Pergunta

Rescisão de Contrato

  • 22 Outubro 2020
  • 2 respostas
  • 93 visualizações

  • Novo Membro
  • 0 respostas

APROVEITO PARA EXPLICAR QUE NÃO PRETENDO CONVERSA FIADA COM OUTROS UTILIZADORES… APENAS COM ALGUÉM DA MEO QUE RESOLVA A SITUAÇÃO, UMA VEZ QUE POR TELEFONE, APENAS DÃO BAILE, APÓS DEZENAS DE CHAMADAS EFETUADAS.

 

Venho por este meio, rescindir o contrato do senhor Manuel de Oliveira Frias, com o nº de cliente:1272404882 e conta 1098057465.

Pelos seguintes motivos:

Tendo o cliente feito se dirigir à loja de Leiria pretendendo rescindir o contrato que tinha só ( e repito só ) de telefone, foi lhe feito a oferta de 15 canais de televisão e telefone pelo custo de 15.50€.

Não percebendo o cliente bem a oferta, visto ser uma pessoa de alguma idade e que residiu 30 anos em frança, tem bastante dificuldade em perceber algum dialeto português por misturar as duas línguas, aceitou o acordo.

Não ficando satisfeito com o serviço, voltou há loja de Leiria para entrega do material colocado pelos serviços na sua habitação e rescindir o dito contrato, o que já não era possível visto já ter expirado o tempo de experiência.

Mandaram então uma fatura para ser feito o pagamento do contrato por inteiro com a ameaça, de que caso não o fizer teriam de cumprir os termos da lei.

Voltamos então atrás e resolvemos ficar com o serviço até ao término do contrato , uma vez que teríamos de pagar.

Ficando eu, M Goreti Jesus Silva Santos, a responsável pelo mesmo até ao dia 31/07/2020,chegada a mesma data entrei em contato com a empresa para rescindir pretendendo apenas ficar com o telefone fixo, caso fosse possível uma vez que o mesmo havia sido instalado pela Portugal Telecom, pertença agora da MEO.

Depois de várias ofertas feitas pela pessoa que me atendeu lá consegui que acedesse ao meu pedido pelo valor de 12,50€, há posterior recebi um telefonema a dizer que afinal não podia ficar com aquele serviço porque iria passar a ser por fibra e o utilizado iria desistir , tentando impingir me um serviço de televisão e telefone pelo valor de 20,50€ então eu disse que desistia de qualquer contrato visto que o que me pretendiam vender era ainda mais caro que o que tinha rescindido a 31/07.

Nunca foi cancelado qualquer serviço nem telefone nem televisão tendo sido nós a desligar a box da televisão uma vez que já não pretendíamos o serviço e julgando estar tudo resolvido.
Até que em setembro nos enviaram uma fatura no valor de 53€ , dirigi-me á loja da Marinha Grande para ser informada a que se devia aquela fatura.

O que me foi explicado que se referia a um contrato  de televisão, internet e telefone, recusei me a pagar, explicando tudo o que já referi atrás.

Então a rececionista da loja fez uma chamada para que eu falasse com alguém seu superior entendi eu.

Falei então com uma senhora que me explicou que alguém na casa do Sr. Manuel tinha acedido ao pacote que referi atrás , protestando eu que era impossível e exigindo que me dissessem para que número havia sido feita a chamada para tal adesão, foi me explicado que seria para o telefone fixo mas sem saberem dizer quem os atendeu.

Ora estamos a falar , que o Sr. Manuel meu padrasto e a minha mãe tem 76 e 79 anos deslocando se ele em duas bengalas e ela em cadeira de rodas.

Voltei a pedir rescisão do mesmo, tendo me sido oferecido então o telefone fixo que foi sempre a minha pretensão, num pacote que teria chamadas nacionais gratuitas e 1000 minutos grátis para toda a europa, ficando a fatura de 53€ em análise visto  que o que eu pretendo pagar será apenas e só o valor de 12,50€ referentes ao mês de agosto e 12,50€ referentes ao mês de setembro o que dá o total de 25€, análise que ainda estou há espera.

Dia 23 de setembro fui contatada por um Sr. Nuno Santos, que por acaso não é o meu marido.....desfazendo o pacote anterior , tentando me vender mais alguma coisa que nem sequer lhe deixei explicar, disse me então que uma vês que não iria aderir ao produto que me tentava impingir ficaria apenas com o telefone com chamadas nacionais e já sem os 1000m para a europa. 

Recebi então este mês de outubro , mais precisamente ontem dia 20/10/2020 uma fatura para o pagamento de108€.

Contactando de imediato o serviços fui muito bem atendida pela Sra. Ângela que atenciosamente remeteu a mesma para análise, depois de explicar pela milésima vez o texto que acabo de escrever!

A minha análise a tudo isto chama se enganar a terceira idade, em bom português… ROUBO
por esse motivo venho pedir aos vossos serviços a resolução deste problema e a extinção de qualquer contrato.

Espero resposta por escrito em correio registado ou eletrónico através deste mesmo mail.

Uma vez que os contactos telefónicos não resolveram a situação, envio este email para os vossos contactos de email que encontrei no vosso fórum. Peço que a situação seja exposta e reencaminhada para quem de direito o quanto antes e informo que reencaminhei o referido texto para os meus gestores jurídicos da DECO.

Com os meus melhores cumprimentos aguardo uma resposta com a maior brevidade possível.


Tópico fechado, já não permite mais respostas.

2 respostas

Reputação 7
Crachá +24

Não pode tratar pelo fórum.

Está a partilhar dados sensíveis com toda a gente que possa estar interessados neles. 

Reputação 7
Crachá +20

boas

 

tendo em conta que o criador do tópico só pretende ser contactado por alguém da Meo, tópico fechado. o forum não é o espaço para pedir esse tipo de contacto e expor tantos tantos pessoais...