Resolvido

Rescisão de contrato por alteração de morada

  • 8 Março 2019
  • 14 respostas
  • 6895 visualizações

Gostaria de saber porque a meo e os vossos funcionários continuam a agir de má fé em relação ao meu contrato da meo de tv,net,voz.
Mudei me à pouco tempo e fui viver com a minha namorada, que transferiu o mesmo pacote para a nova morada. Qual não foi a Minha surpresa quando fui à loja tentar rescindir o contrato que tenho na antiga morada(porque na nova morada já tenho esse serviço em nome da minha namorada) queriam me obrigar ou a ficar com os 2 serviços iguais ou a transferir para outra pessoa, se não tinha de pagar um valor exorbitante por estar fidelizado. Porque sou obrigado a pagar por um serviço em uma morada que já não é minha? Deviam ter vergonha em tratar os clientes assim, se não resolverem o problema em Outubro rescindo todos os contratos com vocês
icon

Solução por Mike_ 9 Março 2019, 09:46

Imagine que foi com você que determinado cliente celebrou um contrato, fez-lhe várias ofertas, nomeadamente a da instalação e descontos mensais a troco da permanência durante x tempo.
Tem uma empresa com determinados custos, desde ordenados de colaboradores a obrigações fiscais e sociais, etc,
Certo dia o cliente diz que vai para outro local e pretende rescindir sem o indemnizar.


/Off-topic

Segundo aquilo que tenho lido parece que o regulador também não quer saber.
Qualquer dia, nós clientes, estamos a pagar a instalação, activação e uma factura mensal do dobro do valor ou mais pelos mesmos serviços!

Se disser o que paguei para ter Netcabo, nos primeiros anos da internet por cabo em Portugal, ninguém acredita.
Parece que existe quem pretenda isto dos operadores ao fazer alterações "cegas" à legislação.
Ver original

14 respostas

Imagine que foi com você que determinado cliente celebrou um contrato, fez-lhe várias ofertas, nomeadamente a da instalação e descontos mensais a troco da permanência durante x tempo.
Tem uma empresa com determinados custos, desde ordenados de colaboradores a obrigações fiscais e sociais, etc,
Certo dia o cliente diz que vai para outro local e pretende rescindir sem o indemnizar.


/Off-topic

Segundo aquilo que tenho lido parece que o regulador também não quer saber.
Qualquer dia, nós clientes, estamos a pagar a instalação, activação e uma factura mensal do dobro do valor ou mais pelos mesmos serviços!

Se disser o que paguei para ter Netcabo, nos primeiros anos da internet por cabo em Portugal, ninguém acredita.
Parece que existe quem pretenda isto dos operadores ao fazer alterações "cegas" à legislação.
Reputação 7
Crachá +20
boas

confere...a operadora não tem culpa do cliente querer desistir sem justa causa...

se soubesses que existia a possibilidade de mudares de casa dentro da fidelização poderias ter pedido um serviço sem fidelização...pagavas era muito mais de mensalidade, instalação e activação do serviço...

agora cobram pela instalação e activação do serviço, mais as mensalidades em falta ate ao fim do contrato e o desconto que foi dado mensalmente pela fidelização...
Coitadinha da meo vai à falência por o mau do cliente(que já é cliente à muitos anos e nunca falhou pagamentos) decidiu que ia mudar de morada e não tem consideração pelas fidelizaçoes.
Vocês claramente trabalham para a meo. No meio disto tudo quem perde é a meo que perde um cliente, quando as fidelizaçoes perdem 2 contratos e entretanto perdem o que tenho actualmente na minha casa porque não consigo ter o serviço em condições.
Vou ter pena da meo, vão perder 3 contratos e ainda vão despedir pessoas por não receberem dinheiro suficiente...
Ganhem vergonha posso não ter dinheiro para comer mas a meo tem de receber o dinheiro das fidelizaçoes coitadinhos.
Reputação 7
Crachá +20
boas

espero que o voces não esteja eu incluido...

não sou funcionário...mas tento explicar que não tens qualquer razão para desistir do contrato...se esperars que alguem tenha pena de ti estás mesmo no sitio errado...

por aqui ninguem te vai ajudar, nem te dar uma palavra de apoio a dizer que tens toda a razão...não existe essa pessoa e se houve-se estaria a mentir-te...se preferes que te mintam para te agradar lamento não sou a pessoa para isso...
Se te sentiste ofendido é contigo, mas também não acredito que tu ou outra pessoa neste forum sejam diferentes de quem atende na loja porque se aqui estão sejam moderadores ou trabalhadores vocês levam a lavagem que a meo é muito boa e não faz nada errado, vocês são selecionados por algum motivo. Não quero que tenham pena de mim até porque tenho pena é que vivemos num país que permite estes esquemas de fidelização a favor das operadoras. Já para não falar dos vossos vendedores e dos esquemas de paga menos se aderir ou trocar para isto e aquilo por telefone, e é tudo válido
Sinceramente não sei a quem se refere!

Posso dizer que sei quais as responsabilidades e obrigações inerentes a uma empresa porque passei pela experiência, fiz diversos contratos com clientes. Passei por alguns problemas relacionados com dívidas a serviços prestados.

Onde habito, existem uns quantos que insistem em não pagar o condomínio, essas situações acabam lamentavelmente em tribunal.

De forma semelhante, vejo utilizadores que só se preocupam em liquidar valores em dívida após corte dos serviços.

Se, por algum motivo, os períodos de permanência obrigatórios deixem de existir, os serviços passam a ser só para alguns. Muitos não têm poder econômico para desembolsar o valor real de uma instalação, activação, custo mensal com o serviço e equipamentos.

Considera as ofertas comerciais sem fidelização atractivas?
Se existirem alterações à legislação, os clientes que se preparem!
Reputação 7
Crachá +20
boas

@Gabriel Godinho a falta de informação que tens é gritante...

só tens 2/3 funcionários no forum, que raramente estão por aqui, e estão identificados no Nick com "_Meo"...eu não fui seleccionado, eu escolhi este forum para ajudar e partilhar a experiencia que tenho, a muitos anos que aqui ando muito antes de a Meo o adquirir era moderador antes e continuei como tal...

tudo o resto são pessoas que querem ajudar outras e outras que reclamam/pedem ajuda (geralmente com razão) mas neste caso sem qualquer razão e quando se vê na situação de não ter qualquer tipo de argumentação para desender a sua posição passa ao ataque das unicas pessoas que se preocuparam em ajudar e a informar correctamente...

nunca em nenhum topico me verás a defender esta operadora, aliás em nenhum momento defendi a Meo neste topico, limitei-me a informar que não tens qualquer justificação para desistir se não justa causa...

Boas estou com um problema com a meo

Já á mais ou menos de um mês comprei casa e fiz a transferência de morada no serviço que tinha,

Fiz o pedido no dia 17 de fevereiro e logo fizeram o agendamento para o dia 28 de fev. Como tinha cobertura, mandaram uma mensagem no dia 26 a dizer que não podiam fazer a ligação porque andavam a meter as infraestruturas, o que nao entendo é que na loja estava tudo ok e agora nao. Até hoje não dizem nada ligo para o apoio ao cliente e não sabem como resolver o meu problema estou praticamente sem televisão em casa e me deixam anular o contrato.. 

Rescindi o contrato em fevereiro por alteração de morada que já tinha serviço de internet. Por causa da situação de emergência acabei por retornar ao Brasil. Mesmo tendo cancelado o contrato e sem uso de telemóveis, pois estou no Brasil desde fevereiro, recebi ainda duas faturas mas não consigo entrar em contato por telemóvel para falar sobre isso com um atendente. Preciso de um e-mail de contacto para comunicar desde o Brasil. Obrigada

Crachá

Me mudei de casa e tinha um contato com a meo, pedi a mudança de morada, marcaram e no dia da mudança ligaram falando não haver fibra na residência e falaram pra colocar DSL, mas abaixaria nossos megas e o valor de 52 iria pra 70, com um serviço ruim, inferir e mais caro que eu tinha, então decidi não continuar com o plano, lendo em vários sites descobri que posso cancelar sem pagar a multa, pois mudei de morada. Alguém poderia me ajudar a saber o que eu posso fazer? 

"Conforme afirma a ANACOM, a alteração de morada é uma das circunstâncias que justificam a rescisão do contrato sem necessidade de pagar uma penalização (a par do desemprego de um ou dos dois membros de um casal e de situações de emigração).
A mudança de casa constitui-se, portanto, como uma alteração anormal de circunstâncias que impede o consumidor de continuar a cumprir o contrato nos termos em que o mesmo foi acordado."

Envie carta registada para a sede da meo. Exponha a situação dizendo que as condições acordadas no contrato original não se aplicam na nova morada e que pretende rescindir o contrato sem penalização. De certeza que vão rescindir . Tenha em atenção se não continuam a cobrar mesmo sem ter o serviço até a situação não estiver resolvida. 

O seu problema agora será que terá que pôr outro serviço que não seja fibra seja na meo ou noutra operadora. 

Crachá

Depois de tanta dor de cabeça e ida e vindas da meo, eles nunca resolviam nada, só falavam que eu não podia cancelar, que se eu cancelasse iriam me cobrar uma multa. Eu falei que podia cancelar que eu ia procurar meus direitos e entrei com contato com o centro de arbitragem e conflitos, agora estou aguardando e já coloquei outro serviço. 

Crachá

Conforme afirma a ANACOM, a alteração de morada é uma das circunstâncias que justificam a rescisão do contrato sem necessidade de pagar uma penalização (a par do desemprego de um ou dos dois membros de um casal e de situações de emigração).

A mudança de casa constitui-se, portanto, como uma alteração anormal de circunstâncias que impede o consumidor de continuar a cumprir o contrato nos termos em que o mesmo foi acordado.

Crachá

@Mike_ @NeoPayne 

Caso não tenham sido informados, existem leis que felizmente defendem os consumidores em situações anormais, como é caso em questão.

Sugiro-lhe que leia o seguinte artigo publicado no site da ANACOM - Em que situações posso cancelar um contrato sem ter de pagar uma penalização? Juntamente com o decreto lei em causa.

Desse artigo pode-se concluir que um despejo por parte de um senhorio para com um inquilino possa ser considerada uma "situação de alteração anormal de circunstância", e as opções alternativas que a Vodafone apresenta em nada se encontram em concordância com o definido no Decreto-Lei n.º 47344, art.º 437, 1º, em que "tem a parte lesada direito à resolução do contrato, ou à modificação dele segundo juízos de equidade", as soluções da Vodafone de equidade não têm nada.

Responder