O desplante tem limites...

  • 16 Setembro 2018
  • 0 respostas
  • 123 visualizações

  • Principiante
  • 2 respostas
No passado mês de julho o serviço fibra que tenho contratualizado com a meo/altice, começou a ter problemas que se prendiam com a velocidade de acesso (do valor contratualizado 100mbps de download frequentemente a velocidade era reduzida para uns escassos 10mbps), entrei em contacto com o serviço de apoio e nada foi feito para solucionar a situação. O problema foi progressivamente agravando-se até que no dia 5 de setembro o serviço deixou de funcionar. Entrei em contacto com o serviço de apoio tendo sido “informado” que a avaria seria outra já que teriam solucionado a avaria reportada em julho, (discordei obviamente, pois em momento algum fui contactado para validar a suposta resolução do problema, indicaram-me que deveria ter procedido a mais queixas, já que desde a data em que procedi à mesma nunca mais me queixei da situação reportada, discordei, já que em meu entender não faria sentido reportar sistematicamente o mesmo problema contudo aprendi os procedimentos). Face à suposta nova avaria prometeram ser céleres na resolução da quebra de serviço. Contactos sucessivos por via telefónica com o serviço de atendimento e área contratual a resposta foi sempre a mesma “prometemos ser breves na resolução do problema mas não lhe podemos indicar em que data podemos resolver o seu ou agendar com a equipa técnica a resolução do mesmo”. Até à presente data, seguindo os conselhos do próprio serviço de atendimento, e como o serviço está impraticável, funcionando apenas por períodos arbitrários quer em termos de duração quer em termos de velocidade, tenho realizado queixas sucessivas quer no portal online quer via telefone para o serviço de atendimento. Tenho inclusivamente anexando vídeos e fotos das velocidades de acesso assim como dos “leds dos equipamentos” indicadores de erro de serviço. Como nada aparenta servir à operadora para resolver a situação, e não há qualquer preocupação com o serviço ao cliente, resta rescindir contrato po justa causa assim que possível.

0 respostas

Seja o primeiro a responder!

Responder