Incumprimento dos serviços contratados abuso financeiro erros técnicos e administrativos

  • 18 Setembro 2014
  • 1 resposta
  • 1653 visualizações

Boa noite,

 

Venho por mais este meio mostrar o meu desagrado com tal empresa e a imagem da mesma transmitida por alguns operadores e supervisores de call center do apoio ao cliente. A vossa propotência, arrogancia, senhores da razão longe de estarem conscientes das dores de cabeça e perda de paciencia que causam aos seus clientes. Depois de ver alguns topicos do forum até me ri mas não é para falar disso que vos estou a comunicar por este meio. Já o fiz telefonicamente, pelo portal do provedor do cliente PT, pelo email meo@telecom.pt e agora por este forum.

Passo a transcrever o email enviado:

"

Boa noite,

 

Depois do contacto de hoje dia 17 de Setembro pelas 22:30, tendo sido atendido pela colaboradora Sara Ferreira e tendo como registo o pedido nº 3_37661371670, vejo-me na necessidade de voltar a vos apresentar o meu desagrado e indignação com a falta de organização, respeito e visão para com o cliente. O que me fez reforçar hoje todas as reclamações anteriores foi a reclamação que apresento no último ponto deste email.

 

  • Cancelamento do canal Benfica TV – sem qualquer tipo de compensação para o cliente
  • Velocidade de internet contratada 24Mbps – Velocidades médias atingidas: Resultado do teste no site speedtest: http://www.speedtest.net/my-result/3767708468 e junto envio relatório do teste efectuado pelo site Netmede.
  • Cobertura da rede Móvel contratada, abaixo da expectativa. A explicação do Apoio Técnico é de que efectivamente existem problemas na rede da área norte de São João da Madeira / Arrifana, originando assim quebras de rede e que estão à espera do OK para instalação de mais uma antena na zona.
  • Critérios de atribuição ao Voucher de 150€ na aquisição de equipamentos moveis da MEO
  • Abuso na utilização do Débito Directo permitido apenas para o pagamento da Banda Larga Movel 926808228. A mesma foi efectuada na tentativa de debito directo para o pagamento desse serviço e do serviço M4O do qual não tinha fornecido tal autorização. Ao detectar essa situação, cancelei de imediato a respectiva autorização. Paguei a factura do serviço M4O através do meio pretendido e utilizado desde a minha adesão, deixando por pagar a factura de 8,31€ (Movimentos registados conforme podem ver abaixo)  
Movimentos

Valor com IVA

Data


Fatura de agosto 2014 Em aberto

€84,35

28 ago 2014


Pagamento Multibanco

- €85,18

21 ago 2014


Fatura de julho 2014 Pago

€85,18

28 jul 2014


Pagamento Multibanco

- €73,34

25 jul 2014


Pagamento Débito Direto

- €73,34

22 jul 2014


Devolução

€73,34

22 jul 2014


Fatura de junho 2014 Pago

€73,34

29 jun 2014


Pagamento Multibanco

- €73,84

24 jun 2014


Fatura de maio 2014 Pago

€73,84

29 mai 2014


Pagamento Multibanco

- €78,43

24 mai 2014


 

 

  • Tendo eu contactado no mês de Junho, os serviços comerciais da minha necessidade de uma banda larga móvel e ter questionado se haveria alguma promoção de adesão e associação ao serviço já existente do M4O, a resposta foi de que não existia essa possibilidade e o que eu poderia fazer era adquirir um equipamento e um cartão realizando um novo contrato, uma vez que se tratavam de serviços diferentes. Passado uns dias ao receber a carta a informar a campanha promocional da oferta do cartão de banda larga móvel com 5GB, de imediato contactei o apoio ao cliente para o cancelamento da Banda Larga Móvel c/ o nº 926808228 e que o mesmo me foi recusado devido ao contrato de fidelização assinado +/-15 dias antes e que pelo facto de ter adquirido um equipamento em promoção com a adesão do serviço já não era possível o cancelamento, mas se fizesse o pagamento da diferença (o qual o fiz passado um ou dois dias) o serviço poderia ser cancelado, mas que depois seria contactado para darem resposta ao assunto. Isto passou-se no dia 3 de Julho, passado quase um mês voltei a contactar o apoio ao cliente para saber o ponto da situação ao qual me informaram ainda estar em analise. Posto isso fiz o reforço da minha reclamação por escrito no dia 21 de Agosto assinalando 6 pontos reclamados.
  • Reclamei também o prazo de 10 dias ter sido ultrapassado para resposta às exposições realizadas por vários meios e várias vezes.
  • Para cumulo hoje dia 17 de Setembro verifiquei que o meu serviço de banda larga com o nº 962267011 (Cartão esse que se trata do cartão de oferta) estava sem sinal. Acedi ao portal meo e constatei que se encontrava barrado, liguei para o 16200 e a operadora explicou-me que se encontrava barrado pela falta de pagamento de uma factura no valor de 8,31€, mas o facto é que na realidade essa factura não se refere ao cartão bloqueado mas sim ao cartão que foi solicitado o cancelamento do serviço. Novamente os serviços MEO demonstraram a falta de organização e tentativas forçadas de recebimentos de valores dos quais carecem da resolução dos problemas apresentados nas reclamações referidas.
 

Na realidade e tal como exposto aos diversos operadores do apoio ao cliente, a minha insatisfação é tão grande, a minha desconfiança ainda maior, pois ofereceram o cartão e depois cancelam o serviço (dão com uma mão e tiram com a outra) a situação actual e tal como já comunicado a minha intensão passa pelo cancelamento de todos os serviços contratados pelos claros e objectivos motivos que apresento: Incumprimento dos serviços contratados, abuso financeiro e não autorizado, erros técnicos e administrativos bem como a perda de tempo e paciência que me fizerem ter.

 

Sem mais de momento e sem vontade de voltar a ver imagem da MEO

 

Deixo os meus cumprimentos,

André Dias

 

P.S. Email enviado também para a Provedoria do Cliente PT; com conhecimento da DECO"

 

 

1 resposta

Reputação 1
A provedoria do Cliente da PT não existe é uma fantochada. Nunca me respondeu. 


 


 

Responder