Pergunta

BOAS PRÁTICAS NO ATENDIMENTO AO CLIENTE (1696)

  • 15 Março 2020
  • 0 respostas
  • 28 visualizações

Crachá

Cara elementos/víctimas da comunidade MEO (ALTICE é mais “chique” e “francelha”).

Espero bem me não arrependa deste testemunho abonatório. No entanto, porque verdadeiro, atrevo-me a lavrá-lo.

Depois de muitos meses a pagar por um serviço/consumo  que não subscrevi, o qual acrescia  9,556 Euros à factura mensal, no dia 18 de Fevereiro de 2020, pelas 18H00, a colaboradora  JULIANA REBELO resolveu um problema de meses.

Demais, a mesma colaboradora fê-lo de modo simpático, empenhado e competente. Prova do que aqui se afirma é redução, por anulação do “ignoto” serviço,  na factura mensal deste mês.

Se ao menos mais exemplares aprendessem com supramencionada coladoradora, talvez me mantivesse na MEO. Será uma despedida após  11 anos de fidelização. Enfim, se para a MEO a fidelidade não significa atenção, dispensar-lhe-ei igual tratamento.

Quanto à competente colaboradora JULIANA REBELO, pense bem na sua situação laboral: a MEO não merece o seu empenho.

Se não, por que motivo, ao contrário a outros casos de clamorosa incompetência, não foi possível avaliar a sua prestação com um justo “10”? Coincidência? 

JULIANA REBELO, atentem no nome e exijam o atendimento por esta senhora.

  1. S. : declaro o meu total desconhecimento pessoal relativamente à profissional em apreço.  

 

 


0 respostas

Sê o primeiro a responder!

Responder