Pergunta

Como conseguir cancelar um contrato?

  • 24 July 2021
  • 0 respostas
  • 63 visualizações

Crachá

Boa tarde,

Depois de vários telefonemas, emails e presencialmente em lojas físicas, ando há 3 meses  a tentar cancelar um contrato por motivo de óbito, sempre sem sucesso. Informo que o referido contrato  já não estava em período de fidelização, e única coisa que se pretendia era negociar um novo contrato  em nome do cônjuge.

Recorro a este meio porque lamentavelmente, até hoje,  não consegui resolver nada e, até ao momento, só  me deparei com as mais diversas complicações e falta de vontade para resolver esta  situação que, a meu ver, deveria ser muito simples. 

Passo a explicar: 

 Ando a tentar tratar desta questão desde finais de abril/ princípios de maio . Sempre que contacto os vossos serviços sou confrontada com novos pedidos de documentos, com adiamentos sucessivos para arranjarem soluções e entretanto, apesar de ter levado a certidão de óbito, vão sempre pedindo novos documentos, arranjando novos entraves e até perdendo  documentos já enviados. 

Entretanto e , apesar de o assunto ainda não estar resolvido por falta de eficácia dos vossos serviços de apoio ao cliente, ou da politica seguida pela da vossa empresa,  já foram emitiram 3 faturas em nome de um titular que sabem já ter  falecido.

Mais grave ainda é o facto de quando tentamos saber o ponto da situação sermos sucessivamente confrontados com o facto de termos que liquidar a divida para poderem começar a tratar de todo o processo. Liquidar a Divida? Que divida?  Ah!  a  divida  referente às faturas que foram indevidamente emitidas pelos vossos serviços em nome de um cliente que sabem já ter falecido?  É dessa forma que a MEO trata os seus clientes? 

Quanto à negociação de um novo contrato sou informada  que só poderá ser negociado depois da mudança do titular. Coisa que, como já disse, é extremamente difícil de fazer.

Resumindo: Andamos num ciclo vicioso e estamos num impasse. Eu não  imagino quando ou se vai terminar. Entretanto, pelos vistos, a MEO vai continuar, enquanto quiser,  a  faturar indevidamente e a exigir  o respetivo  pagamento para cancelar um contrato de uma pessoa que já não tem contrato de fidelização. desde Março/ Abril e que faleceu em abril. Faturação que incluí diversos serviços que já não são utilizados como, por exemplo, a cobrança do 2º telemóvel.

Será esta uma situação normal e recorrente na vossa empresa? É caso único e por isso está a ser tão difícil de resolver? Os outros Clientes têm a mesma dificuldade em cancelar contratos ou mudar o nome dos titulares? 

Agradeço uma orientação para resolver rapidamente este assunto que , a avaliar pelo que tem acontecido,  não tem fim à vista.   Gostaria que fosse tudo tratado de forma adequada e séria , sem ter que efetuar pagamentos indevidos  e de preferência sem ter que recorrer a outros meios que ,presumo, não sejam do interesse de nenhuma das partes.

Aguardo vossa resposta com a maior brevidade possível. 

Cumprimentos,

AC

P.S. Podia deixar  mais alguns pormenores das conversas tidas e dar exemplos de algumas das propostas vergonhosas que me foram apresentadas mas decidi poupar-vos aos tristes detalhes desta “grande novela”.


0 respostas

Sê o primeiro a responder!

Responder