Queixa relativa a subscrição de serviço pago que não foi solicitado

  • 27 January 2017
  • 2 respostas
  • 1375 visualizações

  • Principiante
  • 1 resposta
Esta terça-feira foi-me activado no meu telemóvel um serviço pago "TodoFun" (Preço: €2,99 / Semanal), sem que eu tenha aprovado ou solicitado tal operação:
"Subscricao do servico TodoFun concluida. Preco 2.99Eur/semana (IVA incl). Info: 800180291 ou forwardpt@ccaresolution.com, http://todofun.mobi"



Ao pesquisar sobre o mesmo, percebo que não sou o único a passar por tal situação, e que tal pode ocorrer por mero clique acidental num dos muitos pop-ups que surgem nos sites aquando da navegação em dispositivos móveis (cujos browsers não compatíveis com extensões de ad-blocking), sem que tenhamos dado qualquer permissão nesse sentido ou se forneça qualquer dado pessoal.


Consultando a área de cliente da MEO, posso verificar que o fornecedor desse serviço é a Vetrya Forward, empresa com a qual nunca estabeleci nenhum contacto nem subscrevi nenhum serviço.



Tal abuso por parte do fornecedor desses serviços (Vetrya Forward) e da MEO por permitir a sua activação sem um consentimento explicito por parte do cliente (p.e., por sms como é práctica noutros serviços) é inadmissível e atitude totalmente reprovável.


Prontamente cancelei a subscrição de tal serviço no site da MEO nesse mesmo dia, e bloqueei também a opção "OUTROS CONTEÚDOS – SUBSCRIÇÕES E COMPRAS", que acredito impeça que tais tipos de serviços possam voltar a ser subscritos contra a minha vontade novamente no futuro. Peço confirmação de que tal é o caso.


Mesmo assim, se consultar os "detalhes de consumo" na área de cliente da MEO, posso ver uma entrada de cobrança relativa a esta subscrição:
"Tipo de consumos : Serviços
GPRS WAP
Data Hora N.º Valor com IVA
24 jan 2017 00:01:25 WAP €2,99"
Solicito assim portanto, junto da MEO, a confirmação de que nenhum valor me será cobrado fruto desta operação, pois nunca tal a aprovei.


Mais ainda, considero que a ANACOM deve agir junto dos prestadores de serviços de telecomunicações (em particular, a MEO) no sentido de obrigar os mesmos a ter esta opção ("OUTROS CONTEÚDOS – SUBSCRIÇÕES E COMPRAS") bloqueada por definição, de forma a impedir que esta burla ataque pessoas mais incautas.

2 respostas

Lamentavelmente parece que a situação continua por resolver uma vez que, dois meses depois, acaba de me acontecer exatamente a mesma coisa. Acabo de subscrever um serviço para o qual não forneci qualquer tipo de dados pessoais nem porventura autorizei. A empresa é a mesma que descreve e que já vi noutros tópicos neste fórum. Parece-me vergonhoso que tal situação aconteça e que a PT permita que os seus clientes sejam expostos a tal!
Crachá +1
boa noite pelos vistos vai continuar porque aconteceu o mesmo a minha esposa.
Ja me tinha acontecido a mim e a ultima è na ultima fatura Meo do tarifario M4O cobrarem—me 9.98 € em conteudos, conteudos estes que nao usei , metade dos quais sao de chamadas que nunca foram feitas para o numero da Meo 1820 "o numero que diz tudo"ora eu tmbem nao pedi informacoes !!
Andará alguem a aceder ao meu router ou no smartphone da minha esposa e usou esse serviço!?...porque nem eu nem ela o usamos. peço a algum responsavel pela parte de facturaçao ou conteudos da Meo para me esclarecerem e podermos fazer com que isto nao possa voltar a acontecer,porque se aceitei as ofertas de nao pagamento da box ,1,5 gb de net movel e fidelizei o contrato por mais 24 meses nao foi so por essas razoes mas, tambem por em sete anos nao ter tido razao de queixa.penso que a extensao da fidelizaçao tem de ser garantido pelas partes mas principalmente em prol do cliente e neste momento nao sinto que estejam a faze—lo pois alguem deveria barrar e fechar esses serviços...obrigado e espero pela vossa ajuda se possivel.

Responder