Pergunta

Mudança na faturação

  • 26 Março 2019
  • 9 respostas
  • 114 visualizações

Bom dia,

Gostaria de saber porque a MEO alterou a tarifa base da mensalidade do meu serviço de telemóvel de 6,496+IVA para 6,902+IVA a partir de Fevereiro-2019,? Não me recordo de ter sido notificado sobre esta alteração. Caso tenha sido comunicado, agradecia que me indicasse onde foi feita esta comunicação. Caso tenha sido um equívoco, exijo a restituição do montante cobrado indevidamente assim como a regularização do tarifário acordado.
Outra questão: porque já não é possível abrir uma reclamação no myMEO? Seleciono "reclamação" e recebo uma mensagem a dizer que não posso abrir um pedido para o produto selecionado.

Cumprimentos,
Cláudio Santos

9 respostas

Reputação 7
Crachá +23
Ou foi avisado na fatura de outubro / novembro do ano passado ou o próprio contrato que aceitou já contem a seguinte frase:
"No início de cada novo ano civil, aplicar-se-á à mensalidade do serviço contratado uma atualização calculada com base no Índice de Preços no Consumidor, conforme publicado em cada ano pelo INE, no valor mínimo de 50 cêntimos, com IVA incluído."
Verifique se um dos casos se confirma.
De fato fui avisado na fatura do mês de Novembro mas entretanto no contrato nada é referido acerca desta atualização. O valor contratualizado na altura era de 6,99 (já com o IVA) e entretanto o valor já foi atualizado ano passado para 7,99 e agora para 8,49. O contrato se sobrepõe ao que é informado em fatura, uma vez que são condições acordadas entre o cliente e a MEO. Não faz sentido a MEO estar a atualizar os preços se isto não está previsto em contrato. Exijo assim, a restituição de todo o montante cobrado indevidamente.
Reputação 7
Crachá +23
Infelizmente não está em posição de exigir nada.
Para quem já tem essa alínea no contrato (contratos novos ou renegociações a partir de Março 2018) já não necessitam de informar na fatura.
Nos restantes casos, incluindo o seu, os clientes foram avisados na fatura e foi-lhes concedido um prazo, exigido por lei, para rescindir o contrato, sem qualquer penalização, caso não estivessem de acordo (penso que era durante a primeira quinzena de dezembro).
Passado esse prazo é como se o cliente tivesse aceite.
Eu vou me informar dos meus direitos com o meu advogado e se esta situação não estiver normalizada então acionarei os meios legais. Não é pelo valor em si em causa, mas por me sentir defraudado nas minhas expectativas. Entretanto penso que é relevante partilhar a minha experiência com outras pessoas para que estejam cientes do que pode passar se assinarem um contrato com a MEO, pelo que publicarei esta minha experiência no portal da queixa e outros fóruns relevantes.
Já agora, gostaria de ter acesso ao registo telefónico gravado, em que conversei com o agente comercial da MEO que, tanto pelo que me recordo, garantiu-me que o valor não seria alterado durante o período de fidelização - 24 meses.
Obrigado.
Cláudio Santos
Reputação 7
Crachá +23
Concordo plenamente, está no seu direito de fazer isso tudo, mas não gaste demasiado tempo com isso.
Não se esqueça que teve um prazo de 2 semanas para rescindir o contrato, sem penalização, e assinar por outro operador, caso não estivesse de acordo com as novas condições impostas pela MEO. Muita malta descontente, ainda com vários meses de fidelização, aproveitou esse aumento para cancelar o contrato. Podia ter feito o mesmo, caso encontrasse outro operador que lhe fizesse um preço mais barato. Agora passado todo este tempo isso já não é possível. Não pode responsabilizar a MEO pelo sua desatenção.
Reputação 7
Crachá +23
O registo telefónico terá que ser pedido por escrito numa loja MEO.
Se existe "muita malta descontente" é porque, de fato, a MEO não está a fazer um bom trabalho em respeitar os seus clientes!
A referida "desatenção" minha decorre da má fé da MEO, que garantiu o mesmo preço durante os dois anos de contrato e muda as condições a meio. Apresentar estas novas condições em faturas que, quase ninguém vê (afinal de contas, garantiram-me a manutenção do mesmo preço durante o contrato) apesar de legal, evidencia uma atitude pouca ética desta empresa.
Reputação 7
Crachá +23
Essa "muita malta descontente" existe igualmente (ou ainda mais) nos outros operadores. Basta dar uma olhadela nos fóruns dos outros operadores. Os problemas são os mesmos só muda o nome da empresa. No final cada um tem que decidir qual a melhor opção para si em termos de qualidade/preço.
Quanto à sua situação não há volta a dar, a informação está lá, o período de desistência está lá, é a isso que obriga a lei. Infelizmente não obriga a colocar a bold, em letras garrafais e a fluorescente. O que pode fazer é vingar-se no final da fidelização e virar as costas à MEO, mas não pense que os outros são diferentes.

Responder