E-ALL

  • 4 July 2016
  • 2 respostas
  • 1901 visualizações

Boa tarde,


Contactaram-me e convenceram-me a mudar para o tarifário E-ALL, dizendo que ia na linha do que eu tinha anteriormente (VIPS) e que me satisfazia plenamente. Disseram-me que este, tal como o VIPS não tinha carregamentos obrigatórios. Eu mudei. Passaram a enviar-me sms constantes a dizer que a mensalidade não tinha sido debitada... Achei estranho.


Agora que fui carregar o telemóvel com 10€, debitaram-me quase no mesmo instante essa mesma quantia!!!! Mas que é isto????


Não me disseram que não tinha carregamentos obrigatórios??? Assim sendo, carrego quando eu quiser, certo???


Eu tinha um tarifário que me satisfazia, agora fazem-me mudar para outro para acontecer isto??? Francamente...!!!


Se começam com coisas, mudo de operador e acaba-se já tudo!!!! 

2 respostas

Reputação 5
Crachá +10
Olá ?,


 


O tarifário E-ALL, é um tarifário de retenção exclusivo para alguns clientes e, tem uma mensalidade associada. Uma vez que, o MEO Fórum trata apenas questões de âmbito não pessoal, ou não exclusivo, qualquer exposição relacionada com o E-ALL, terá de ser feita através da sua Área de cliente. Saiba como em: https://forum.meo.pt/t5/Dicas/DICA-Como-colocar-um-Pedido-na-%C3%81rea-de-Cliente-e-quais-as/m-p/69499#U69499


 


Atentamente,
O carregamento do tarifario E-ALL não é obrigatório.

O tarifario E-ALL é um tarifario pré-pago grátis para todas as redes nacionais.

 

é grátis para todas as redes

carrega sempre o mesmo

nunca fica sem falar

 

 

carrega sempre o mesmo

Por uma mensalidade a partir de € 9,99/ mês pode comunicar gratuitamente para todas as redes nacionais.

 

é grátis para todas as redes nacionais

Inclui 1000 min + 1000 SMS grátis para todas as redes nacionais

 

nunca fica sem falar

A mensalidade não é obrigatória mas possibilita-lhe chamadas de voz e sms gratuitas para todas as redes nacionais.
Se, no momento do pagamento da mensalidade, não tiver saldo suficiente para que esta lhe seja debitada, receberá um SMS de alerta.

 

MEO

Responder