Cancelamento Portabilidade (MEO&NOS)


Estou há 2h02m ao telefone com os serviços MEO (e para continuar).

Pelos custos que temos através dos telefones/telemóveis, refletirmos e demos início há portabilidade no dia 10 de Agosto para a NOS, mas entretanto recebi uma chamada "anónima" da MEO no dia 11 de Agosto às 14h30, a perguntar o que levou tranferir para a NOS e respondi pelo preço, então ofereceram um tarifário com 7G - 2000 minutos - 2000 SMS e voucher de 60€/telemóvel, durante 24 nesses com fidelização. Eu aceite que só teria assinar um documento para fazer o cancelamento da portabilidade, das duas opções, escolhi ir lá loja. Assinei, pensei eu estaria resolvido e ao fim dos três dias estava normalizado, até passamos pela NOS pará garantir estava tudo correcto. Afinal não, bloquearam as chamadas dois dias depois, dia 14 de Agosto... Das varias chamadas que fiz, apercebi-me a portabilidade foi realizada no dia 12 de Agosto às 00h30m e assinatura do documento foi às 15h30 (+/-), portanto não sei o que se passou... Liguei para a MEO, ninguém sabe da proposta no dia 11 Agosto, oferta para os dois números telemóveis que temos na MEO, ninguém sabe explicar o que se passou ao certo.

Alguém pode ajudar?!?

1 resposta

Reputação 2
Gorrão,



Notas antes do resto:
Maioritariamente, as chamadas de retenção/recuperação/telemarketing, são (e bem!) efectuadas via número anónimo, isto porque, na quase todalidade das situações (telecomunicações ou não, claro) se fosse apresentado um número, esse número não poderá receber comunicações, visto a sua existência ser apenas a saída e não a entrada de chamadas. Se tens 150 pessoas a fazer outbound, vais querer sempre esta solução.
7G ainda não existe, o 5G ainda está em testes. Deves querer referir 7GB certo?



Termos a saber:


Port-Out (saída de um número via portabilidade);


Port-In (entrada de um número via portabilidade);


Período de não retorno (período no qual não podes cancelar um pedido de portabildiade);


Janela de portabilidade (quando é agendada uma portabilidade, o operador que faz o agendamento - pessoa real - escolhe três janelas, ou períodos horários como queiras, para execução da portabilidade, e o cliente é informado da primeira janela via sms, no entanto, são agendadas três, duas num dia e outra no dia útil seguinte. É nesta janela que o operador doador vai desactivar o número, e o operador receptor vai activar o número).



Vamos à solução:
Fizeste um pedido de Port-In na NOS. Isto carece de prazos.
O teu contacto foi efectuado pela retenção, logo, só a retenção vai ter acesso ao negociado, bem podes ligar, ir à loja, etc, ninguém vai saber de nada (faz sentido! são áreas distintas). Neste caso, ao teres feito um pout-out no MEO, ou seja, foste à NOS solicitar o port-in (portabilidade do MEO para a NOS), tens procedimentos a cumprir.
Entretanto, foste retido pelo MEO, via contacto da retenção (foi apresentada oferta de retenção e aceitaste).
Nesta caso, o processo obrigatório é: ir ao operador receptor do Port-In (NOS) e solicitar o cancelamento do Port-In. Deves fazê-lo até 24 horas úteis (isto pode ser alargado a 12 horas úteis) antes da primeira janela de portabilidade.
Se fores apenas ao MEO dizer "não quero sair" ninguém vai fazer nada por ti, porque não é ali que tens de ir, nem o operador doador (Port-Out) pode ter qualquer intervenção no processo, sob pena da aplicação de coimas.
Se agiste fora destes prazos, deves fazer o processo inverso, ou seja, se a portabilidade já ocorreu, deves antes de mais NÃO USAR qualquer cartão ou serviço do novo operador, se usares esquece desactivar sem custos! Assim sendo, vais a uma loja MEO e fazes um novo contrato como qualquer novo cliente, com as condições em vigor à data. As condições que a retenção te deu, só poderão ser aplicadas após análise, e depois de teres tudo novamente do lado do MEO, cartões, etc.




Votos de muito sucesso, é o desejo d'O gajo "sem operador definido".

Responder