Avaria no telefone fixo

  • 22 Outubro 2017
  • 2 respostas
  • 657 visualizações

Bom dia.

 

Esta não é uma reclamação mas um desabafo pois já fui informado que renegociação de fidelização não implica entrega de novo telefone.e que este é oferta  para novos clientes e que fora da garantia é responsabilidade do cliente (o que é o meu caso infelizmente).

 

Pondo isto, o meu telefone fixo resolve tocar (toque que não é de chamada e é mais tipo sirene) quando bem lhe entende e infelizmente a maioria das vezes é de madrugada. Segundo o apoio técnico é um problema do próprio telefone e eu que compre um novo se eu quiser, que garantia já se foi.

 

Não sei o valor do mesmo, e sinceramente não é por aí que vamos entrar pois não o vou comprar. O que mais me irrita com estas pequenas medidas de não substituir o telefone fixo (sim deve ser muito caro para a MEO fazer isso para os seus clientes que se fidelizaram por uns bons anos).

 

Ainda este mês de Agosto, quando acabava os meus 2 anos de fidelização, uma semana antes acordei instalar fibra e vieram cá e foi só meter material novo, mas o pobre telefone fixo, esse nem pensar. Mas novamente, não tem problema. Vou desligar o telefone fixo e este ficará desligado sempre e apenas o ligarei se precisar mesmo de fazer uma chamada e daqui a 2 anos, não renovo nada. Acabo com este contrato e faço um novo, seja MEO, seja NOS, seja Vodafone e aí, vai ser só chover telefones fixos novos.

 

André Iglésias Neves

Cliente nº 1309709299

2 respostas

Reputação 7
Crachá +19
boas


 


mesmo que a politica se mantivesse de dar um telefone fixo aos clientes...essa mesma regra só seria para novos clientes...


 


logo nesta situação nunca estaria abrangida pelo fornecimento de novo telefone fixo...


 


ninguem entendia esta situação e muito menos agora de nem aos clientes novos darem um telefone fixo...alguma mente brilhante...
O meu telefone fixo do pacote meo satélite umas vezes funciona outras não, nem faz chamadas, nem recebe. Sou cliente meo à 10 dias, conseguem me solucionar o problema?

Responder