Videoclube do Meo disponível no PC

  • 17 Novembro 2010
  • 7 respostas
  • 677 visualizações

Depois de uma fase de testes bem sucedidos o serviço de aluguer de filmes do Meo chega em versão comercial do PC. A partir de amanhã, os clientes do serviço de televisão paga podem alugar e ver filmes seleccionados a partir do serviço de videoclube da TV, também no PC.

Os filmes, séries ou outros conteúdos alugados no serviço Meo Videoclube passam a estar disponíveis em ambas as plataformas, independentemente daquela que serviu o utilizador quando este seleccionou o conteúdo.

A nova oferta está disponível para clientes do serviço Meo satélite, IPTV e fibra, detalhou a Portugal Telecom numa apresentação esta manhã.

A empresa frisou na apresentação que o serviço de aluguer de filmes é um dos sucessos na proposta de valor que entrega ao cliente, usado por mais de 60 por cento dos utilizadores. Todos os meses são gravados no serviço 9 milhões de horas de vídeo, assegurou a responsável que fez a apresentação da nova oferta.

Também amanhã a empresa lança um novo serviço de música em streaming que promete acesso a milhões de temas, graças ao acordo com diversas editoras.

O Music Box está disponível para clientes Sapo, TMN ou Meo e pode ou não ter um custo de utilização, mediante o pacote de comunicações subscrito pelo utilizador. O número de músicas usadas por cada utilizador é ilimitado e todas as definições criadas numa conta (como as playlists) estão acessíveis para acesso a partir de qualquer dispositivo. O serviço permite ainda o download mensal de 10 temas que ficam na posse do utilizador, mesmo se este deixar de ser cliente.

O Music Box terá acesso gratuito durante os três primeiros meses de adesão e após essa data tem um custo mensal de 4,99 euros, mas só para alguns clientes. Os clientes Meo com mensalidade acima dos 50 euros, os clientes Sapo ADSL 24 megas e os clientes TMN com determinados tarifários podem usar a nova oferta sem custos. Os clientes da operadora e-escola do 2º e 3º escalão também.

O serviço resulta de uma parceria com a NMusic que assegura conteúdos de editoras como a Universal Music, Sony BMG ou The Orchard.

in tek.sapo

7 respostas

Eu sinceramente não compreendo esta empresa! Então isto terá algum sucesso? Hoje em dia quando se baixa da net qualquer filme, muito antes de ser comercializado em HD (720p ou 1080p e som 5.1 DD ou DTS) com a facilidade que todos conhecemos e agora aparecem com esta "novidade". Acho que vivemos em "planetas diferentes" e com percepções da realidade bem diferentes... Mais um fracasso anunciado!

E atenção que não estou com isto a apoiar ou a incentivar a pirataria, até porque um dos meus hobbies é precisamente ser cinéfilo e coleccionar DVD's e BluRays (colecção que já vai em mais de 1000 títulos originais, uns comprados cá no nosso pequeno burgo e a maioria comprados lá fora por questões de qualidade e claro preço)!
E aclaro que para mim o conceito de pirataria só serve no momento para alguém ganha dinheiro com as cópias que se podem baixar da net, ou seja que as vende ou comercializa de alguma forma.
Crachá +6
Tens razão actioman, o melhor é o MEO fechar o videoclube...
Achas que faz sentido?
Por muito que aches caro ou que vejas muitas carências neste produto, achas que algum operador consegue subsistir no mercado sem ter uma oferta de videoclube?
Não me parece.
E olha que os preços no videoclube de outros operadores não são muito diferentes e que saiba ainda nenhum operador oferece som DD5.1 nos seus videoclubes.
O que deviamos fazer era arranjarmos ideias para eles porem em prática.
Cumps
Mas eu sei disso, é como ter um canal 3D para alardear de que o têm, agora se dá lucro? Não me parece.
Mas ainda assim o que deveras me deixa pasmado, é esta nova funcionalidade toda "pi-pi" de ter o vídeoclube no PC? Desculpa mas não lhe vejo a lógica!? Talvez seja eu que ando distraído ou a minha capacidade de visão seja muito limitada? É bem possivel! 🆒
Crachá +6
Vou dizer assim: acho que o MEO tem as suas prioridades trocadas.
Mas ter o videoclube no PC até nem é má ideia.
Podia era vir depois de termos outras coisas que queremos há mais tempo.
Não te esqueças é que eles têm várias equipas de desenvolvimento a trabalharem em simultâneo.
Esta acabou o seu trabalho e por isso, pimba! toma lá com esta funcionalidade toda pi-pi antes de outras coisas (talvez) mais importantes.
Cumps
Contínuo a dizer que os potenciais clientes terão outras formas mais baratas de ver filmes na net com imagem de alta definição e som 5.1. Veremos pois com o tempo se esta aposta não será um tiro no pé!
Eu nem sou contra nem a favor do videoclube no pc, mas sendo uma nova funcionalidade de aluguer de filmes tanto melhor.
Logicamente há sempre meios mais baratos de ver filmes na net, mas esses meios não são propriamente legais. Quem diz filmes diz igualmente músicas.
Ora aqui está um belíssimo presente!! lol Eu que não alugo nada para ver em ecrã gigante que tenho na sala (quase cinema), vou agora alugar, para ver no PC!!! lololol

Responder