Pergunta

Remoção de um posto

  • 24 Maio 2019
  • 0 respostas
  • 191 visualizações

Bom dia venho expor a reclamação no portal do consumidor.

Boa noite,

Venho por este meio expor a situação, derivado a um poste totalmente encostado à parede da minha habitação onde necessito de fazer obras, pois a qualquer momento o mesmo poderá ceder
Faço uma breve descrição do problema:

Em Setembro entrei em contacto presencialmente com a Junta de Freguesia de Alfena que teria de fazer obras de manutenção com bastante urgência e não sendo possível derivado ao poste estar totalmente encostado.
Cerca de 2-3 semanas após o comunicado, a PT veio substituir o poste anterior ao que está encostado ao meu muro que era de madeira por um de betão, apuraram até por uma questão de segurança, que o poste teria mesmo que ser removido.

Passado 1 mês vi os técnicos da meo a passar o PDO (caixa da fibra) para o poste de betão na qual foram efectuadas emendas nos cabos de fibra para que fosse possível a sua remoção.

De Novembro a Fevereiro não se deslocou ao local alguém responsável para resolver a situação, no dia 12 de Fevereiro desloquei-me a uma loja e expôs a situação e até à data de hoje apenas tenho conhecimento que esse processo que está em tratamento.

No dia 24 de Abril alertei a meo que o poste estava literalmente a agitar devido a estado do tempo (vento), com esse agitar era possível ter a perceção de pequenos ruídos.

Após o alerta foi enviado um técnico para avaliar a situação e no dia 29 de Abril a meo recebeu a informação pela parte do técnico que o poste não foi substituído, pois existe em aberto um processo de remoção e seria necessário resolver urgentemente por questões de segurança (queda do muro e queda do poste).

No dia 18 de Maio alertei novamente a situação derivado à agitação do poste sendo que para minha surpresa no dia 20, um técnico foi avaliar o poste, na qual fui contactada e informada que o poste não representava qualquer perigo e que não iria ser removido porque esse poste serve os vizinhos, e que apenas o poste apresenta a parte exterior podre.

Não contente com essa situação contactei a meo novamente e expôs a situação, na quinta feita fui contactada pelo mesmo técnico na qual novamente me indicou que o poste não seria removido porque tinha que existir um alvará para poder realizar obras de manutenção.
Sendo está uma informação contraditória segundo outros técnicos, o alvará apenas serve quando existe alterações nas fachadas, não para simplesmente reparações de manutenção do muro que se encontra com necessidades de rebocar e pintar.

No dia 11-05-2019 o técnico da Vodafone que se deslocou ao local onde fica situado o poste, para realizar a instalação do servido do meu vizinho, sendo que não a realizou derivado ao poste agitar bastante e representar perigo para o próprio técnico na qual reportou a situação a sua empresa.

Obs. Junto envio fotografia do poste de madeira onde se vê o espaço que tenho entre o poste e o muro.

Número dos processos:
3-333434276536
3-338473234405

Atenciosamente
Maria Manuela Alves Mendes

0 respostas

Seja o primeiro a responder!

Responder