Incumprimento contratual

  • 2 Fevereiro 2017
  • 0 respostas
  • 470 visualizações

Olá pessoal, talvez alguém me consiga ajudar com uma "pequena" situação que ando a tentar ultrapassar com a Meo há mais de dois anos.

 

Sou estudante universitária e em 2013 aderi em conjunto com um grupo de amigos ao serviço Meo com um pacote de TV, NET e VOZ para que todos pudessemos trabalhar em casa e nas horas de entretenimento passar um bom bocado à frente da Tv.

Em Setembro de 2014 recebi uma chamada de um agente comercial Meo (Jorge nãoseiquantas) com uma oferta imperdível, apesar de que o contrato sofreria uma alteração (que até hoje ainda tenho dúvidas sobre a informação que me foi dada, ou não, sobre o período de fidelização) da qual vim a ter conhecimento mais tarde, de um aumento de mais dois anos de fidelização com a Meo. Em 2015 os meus colegas de universidade foram embora e ficámos com o serviço sem qualquer uso, visto que uma pessoa só não iria estar a pagar a mensalidade completa do contrato sem estar a utilizar os serviços sequer, contactámos então com a Meo para nos fazerem uma oferta para podermos rescindir do contrato sem grandes despesas e problemas.

A Meo rejeitou o pedido e foi-nos informado que teríamos de continuar a pagar as mensalidades até o contrato terminar.

Como já é habitual na Meo, o pedido das gravações foi-nos recusado e nem acesso à conversa entre mim e o comercial pudémos ter (têm autorização e poder de gravar a minha conversa, mas eu não tenho o direito a ter acesso a ela).

 

Andámos 1 ano e meio a pagar a mensalidade de um produto que não usámos nem conseguimos "passar" a ninguém. Conclusão: 900 e pico € que foram gastos em nada!

A despesa já vai em mais de 1100€ e não se viu nada de Tv, nem se gastaram minutos em chamadas, nem se usaram megas alguns de internet.

Como se não bastasse esta pequena situação (que nada custa a ninguém), tive de cancelar o contrato em Outubro do ano passado, depois de várias visitas a lojas Meo, depois de várias chamadas aos serviços de cancelamento de contratos e de ter feito o pedido de rescisão de contrato várias vezes, etc etc etc, dirigi-me a uma Meo Store onde encaminharam o meu pedido para uma linha de atendimento Meo, telefonou-me então um senhor (simpatiquissimo para que conste) chamado Luís Rodrigues, que me cancelou o contrato depois de 50 min de chamada (acho que ficámos amigos e tudo). Nessa mesma chamada foi-me informado que deveria receber uma última factura com acertos referentes ao contrato que tinha desde 2013, o que para mim significou o fim de uma larga tortura financeira e o alívio pela chegada do fim de dois anos de batalha com a Meo!

 

Esse fim, não foi feliz!

Recebo na semana do Natal de 2016 uma factura com mais 5 € a pagar por INCUMPRIMENTO CONTRATUAL, 14 e tal € de UTILIZAÇÃO DE SERVIÇOS e 20 e tal € de FACTURA EM ATRASO (excluíndo o IVA desta conversa)!

 

A minha grande questão é: andei mais de 1 ano e meio a pagar as facturas de um serviço que não utilizei, nunca me foram referidas facturas em atraso e agora no final vêm-me cobrar incumprimento contratual, facturas em atraso e utilização de serviços?????

 

Como é que depois de 1 ano meio me vêm pedir isto e ainda por cima acusar-me de não cumprir o contrato???

Referem-se ao contrato novo que eu não aceitei nem ninguém me informou que existia? 

Que utilização de serviços é esta se nem as máquinas estavam ligadas à corrente?

Que factura em atraso é esta?

 

OMD

Alguém me ajude porque acho que estou a precisar de um psicólogo!!!!!

0 respostas

Seja o primeiro a responder!

Responder