Será possível...internet móvel ilimitada para todos no MEO

  • 20 Maio 2014
  • 5 respostas
  • 1290 visualizações

Ora viva,


 


Pelo que sei a MEO é a única operadora com um serviço de internet móvel ilimitado. Há vários aspectos questionaveis mas quero centrar o meu tópico na parte técnica do serviço e não no comercial.


 


A nível de preços a internet móvel ilimitada da MEO é insuportável para a maior parte dos clientes, seremos honestos. No entanto, como a MEO está sempre a se possicionar à velocidade da fibra dos seus concorrentes a minha questão passa pelo seguinte:


 


Será possivel, no futuro com a tecnologia de hoje, a nível técnico, haver internet móvel para todos (ilimitada)? Com os preços claro mais baixos.


 


A minha dúvida é compreender a diferença entre as ondas de rádio (por exemplo) e a técnologia usada para as telecomunicações móveis.


 


Porquê o ritmo de evolução da internet móvel é muito mais lento que a ligação fixa de internet?


A nível de "ocupação de banda", porquê que condiciona mais que a transmição de dados via rádio fm, por exemplo.


 


São dúvidas muito triviais contudo gostava de compreender melhor as limitações técnicas da internet móvel e o porquê das operadoras. Isto vai ajudar-me a compreender o motivo de as operadoras demorem tanto tempo a desenvolver tarifários mais competitivos.


 


Obrigado.

5 respostas

Reputação 7
Crachá +19
boas


 


estive a viver 6 meses em Madrid...todos os operadores moveis tem internet ilimitada...bem...velocidades maximas durante 1Gb...depois a velocidade baixava para uns128Kb...mas nunca fiquei sem net...


 


aqui tenho o tarifario E...com 500Mb...e se acaba os 500Mb fico sem net...


 


salientar que a tecnologia em PT e de maior qualidade que em Espanha...em todos os aspectos...
Olá,


 


Bem, temos de levar em conta o número de habitantes e a quantidade de dados que são trocados. Comparar a "qualidade" de um serviço dessa forma penso não ser justo.


 


Uma coisa é certo, se em espanha existe essa cultura com a internet significa que estamos atrazados. Falo por mim que consumo mais internet que qualquer outro meio. Até para ouvir rádio dou preferencia à internet.


 


Já compro telemóveis em Espanha por terem sempre a tecnologia/preço mais em conta. Isto sem falar que vêm desbloqueados. Se se lembram de vir investir nas telecomunicações ficamos todos a hablar español.
Reputação 7
Crachá +19
boas


 


tens alguma razao no teu ponto de vista sem duvida...mas realmente qualidade é inferior mas tem melhores condiçoes contratuais...mas tb é mais caro....


 


os operadores em PT bem poderiam melhorar as condiçoes...a tecnologia ja esta mais que paga...
Reputação 5
Boas, @@@miguelm


 


Não ficou totalmente claro o que estava a tentar distinguir. As tecnologias de comunicações moveis usadas actualmente funcionam praticamente todas, através de ondas de rádio, com menor ou maior frequencia e maior ou menor amplitude.


 


No futuro o que será ou não possivel, dependerá naturalmente da tecnologia desenvolvida nessa linha de tempo e não da tecnologia hoje existente. Tendo em conta o ritmo de evolução verificado até agora e, apesar de se verificar mais lento no serviço móvel porque, a tecnologia está ainda em desenvolvimento,  estou confiante que sim, será bem provável a possibilidade de maior flexibilidade nos consumos e preços mais atractivos - basta as operadoras continuarem a competir entre elas. Afinal, não teremos um pais assim tão povoado que leve a que a internet se esgote" pura e simplesmente, por ocupação de banda. Pelo menos, não acredito nisso.


 


Nota: A tecnologia de rádio FM, ou frequencia modelada nada tem a ver com as recentes tecnologias digitais. É usada maioritariamente para serviços de imagem e som analógicos (como o caso da TV) e é caraterizada por ter uma baixa frequencia e maior amplitude. Este tipo de tecnologia requer menor potencia de sinal, o que causa menos poluiçao radioactiva mas tambem se torna demasiado latente e inviável para comunicações bi-direcionais. onde a resposta se quer à milésima de segundo.
Reputação 1
Bom dia


 


O Neo esclareceu bem a situação, mas as pessoas nao podem ter a ilusão da internet "livre" de limites, a Anacom nunca permitiria tal coisa.


 


Neste momento o ilimitado são 15 gb, no meu caso que trabalho com a banda larga meo os 15 gb são tangenciais no final do mês, o problema é que os limites nao são impostos pelo operador, mas sim pela entidade reguladora.


 


Quanto às tecnologias, tenho colegas que possuem 4G de outras operadoras, e conseguem debitos superiores nas grandes cidades, eu pessoalmente nunca consegui debitos acima dos 24 megas na meo, mas como era suficiente, nao me queixei, só o fiz quando a velocidade descia para 6 megas quando estava a apanhar sinal LTE (4g) e a qualidade de serviço não em permitia usar o meu acesso para os fins que necessitava.


 


Penso ainda que os 200Mb de internet nos telemóveis para quem paga uma fatura de M4O de 80+ euros, é um pouco escasso, so que uma vez mais parte de um acordo de mercado...


 


Em relação as ondas rádio usadas e larguras de banda, não se pode comparar mesmo o rádio FM frequencias até 100MHz, com frequencias nos GHz, as tecnologias são obrigadas a saltar para as microondas por forma a diminuir as interferências e aumentar a capacidade de resposta da rede, como é obvio, passam ainda de sinal **bleep**ógico muito mais sujeito a interferências para um sinal digital, que tendo uma amostragem elevada é sem dúvida muito menos sujeito a interferências, apesar disso nas zonas de maior congestionamento de pessoal, a qualidade de serviço tende a baixar, na experiencia que tenho, por vezes o serviço perde qualidade a mais para o que seria de esperar com uma tecnologia destas.


 


peço desculpa de ter invadido este tópico mas como era de pura conversa, deixo as minhas impressões tambem.


 


Cumps


 


RSam

Responder