Pergunta

Porque é que desactivar o wifi não desactiva o interface radio?

  • 9 Setembro 2019
  • 2 respostas
  • 243 visualizações

Logo após subscrever o serviço, pedi a desactivação do serviço parasita MEO_WIFI, que por algum motivo não pode ser gerido directamente pelo cliente (visto que não o subscrevi nem o autorizei, caracterizo-o de parasita).

De seguida, quando se reuniram as condições, desliguei no router o interface WLAN.

Gostaria de saber porque é que tenho o router da MEO a emitir sinal dentro de minha casa, e de que sinal se trata visto ser uma rede com o SSID escondido e encriptada (sem ser a minha antiga rede WIFI). E idealmente gostaria de ver o espectro rádio limpo deste sinal.

Mais, se é esta a política da empresa no que diz respeito à gestão dos equipamentos dos clientes e respeito pelas opções por eles tomadas, gostaria de saber quais as especificações do mesmo para o poder trocar por um equipamento equivalente sob o meu controlo.

O equipamento em causa trata-se de um fiber gateway, creio que desenhado pela antiga pt inovação - o router com o ONT incluído, que se fosse comprado no mesmo sitio que o da concorrencia faria muito melhor serviço!

2 respostas

Reputação 2
Crachá +9
Não percebo o problema das pessoas com o "meo wifi"...
Mas se queres desligar o meo-wifi, no TG789vac V2, aguentas o botão do lado direito, que tem o desenho de rede wifi, durante uns segundos até a luz do router ficar azul. Assim desligas ambos, a tua rede wireless e o meo wifi. Para voltar a ligar, basta tocar no mesmo botão. Tens mesmo de usar o botão físico, desligar o wireless na interface web apenas desliga a tua rede e mantém o meo wifi.
No TG784n V3 não consegues. porque o botão não funciona, foi desativado na última atualização de firmware.
Crachá
David27, não sei se é o caso de Tiago B., mas a electrossensibilidade é não só uma realidade como uma condição médica reconhecida por alguns países, suportada não apenas por estudos científicos (independentes, não os encomendados pelos fabricantes e operadores) mas também por um número cada vez maior de pessoas que dela padece.

Falar-se-á mais sobre esta matéria quando o 5G chegar e, à semelhança do que já está a acontecer noutros países, as pessoas começarem a queixar-se dos sintomas.

Responder