Esta Meo, Altice, o que  seja, passa-nos atestados de parvos

  • 5 February 2021
  • 0 respostas
  • 23 visualizações

Crachá
  • Principiante
  • 1 resposta

Caríssimos. Sou cliente BLM desde 2008 ainda TMN nesse tempo com e-escola. Na década passada e quando pagava por 7Gb sem fidelização aceitei passar para 30Gb fidelizado e depois para 30Gb+200Gb sempre para me fidelizarem. Durante estes anos fui corrigindo, débitos indevidos, fui aceitando 50% de desconto que esqueceram, depois passou para 10€ de desconto que tive de reclamar. Todas estas manobras para fidelizar/amarrar o ingénuo que continuava a ser cliente. Eu ia tendo uma BLM opcional da MEO que não tendo qualidade tinha quantidade. Sempre paguei religiosamente por debito bancário, tanto nos períodos em que não utilizei, como os aumentos extra no início do ano. No dia 26 Jan fui contactado para me oferecerem alterar de 30Gb para 50 pagando “só” mais 2€. Eu não entendi porque teria 30+200 pedi justificação. Dias depois ligaram da “Gestão de contratos” dizendo que tinha havido uma serie de erros que para clientes novos já não havia a campanha de 200Gb mas por ser cliente antigo honravam o compromisso. A 4 Fev voltou a ligar alterando e dizendo que afinal os 200Gb tinham sido cancelados em 26 Jan e já não podem ser ativados, agora a melhor oferta é 50Gb por 13€25. Esta Meo, Altice, o que  seja, passa-nos atestados de parvos e pior, neste período em que a Anacom afirma: "sendo os serviços de comunicações eletrónicas serviços públicos essenciais, é importante assegurar que os prestadores não poderão, por sua iniciativa, suspender ou desativar os serviços aos clientes, incluindo por falta de pagamento, enquanto se mantiver a situação de exceção". Ao perder o meu rico tempo com esta historia constatei preços e condições muito diferentes para o mesmo produto e para clientes nas mesmas condições. Já solicitei, por escrito, motivo de cancelarem/alterarem condições contratuais unilateralmente e sem meu consentimento.


0 respostas

Sê o primeiro a responder!

Responder