Compra e subscrição de conteúdos - Wap Premium

  • 6 Janeiro 2017
  • 7 respostas
  • 1007 visualizações

Boa tarde,

gostaria que me informassem e me dessem prova do momento em que é dada à MEO autorização para atuar como intermediário no pagamento de serviços que os seus clientes supostamente subscrevem a outras entidades e que saem do âmbito dos serviços contratados à operadora. No meu caso em particular apresentei reclamação por me ter sido cobrada pela MEO a compra e/ou subscrição  de conteúdos, como toques, imagens, mensagens ou videos, para telemóveis e banda larga - serviço Wap Premium, a pedido da empresa Cliq Digital (GO4Mobility), quando não fiz subscrição nem uso dos mesmos, tendo recebido como resposta que serei ressarcida em apenas cerca de 30% do valor que me foi faturado. O que é que justifica a retificação dos débitos verificados entre 01/12/2016 e 27/12/2016 (data de apresentação da reclamação) e ao não alargamento da compensação até à data de 11/04/2016 (data da suposta subscrição)?

 

Grata pela atenção dispensada.

7 respostas

Reputação 7
Crachá +19
boas


 


basta navegar na internet pelo telemovel...chama-se malware...basta contactar a Meo pedir para desactivar e bloquear o acesso a esses conteudos..
agradeço o comentário mas em nada responde às minhas questões.


gostaria que me informassem e me dessem prova do momento em que é dada à MEO autorização para atuar como intermediário no pagamento de serviços que os seus clientes supostamente subscrevem a outras entidades e que saem do âmbito dos serviços contratados à operadora. No meu caso em particular apresentei reclamação por me ter sido cobrada pela MEO a compra e/ou subscrição  de conteúdos, como toques, imagens, mensagens ou videos, para telemóveis e banda larga - serviço Wap Premium, a pedido da empresa Cliq Digital (GO4Mobility), quando não fiz subscrição nem uso dos mesmos, tendo recebido como resposta que serei ressarcida em apenas cerca de 30% do valor que me foi faturado. O que é que justifica a retificação dos débitos verificados entre 01/12/2016 e 27/12/2016 (data de apresentação da reclamação) e ao não alargamento da compensação até à data de 11/04/2016 (data da suposta subscrição)?


 
Reputação 7
Crachá +19
boas


 


podes fazer o que quiseres com o telemovel...nomeadamente comprar e pagar serviços...se não existe nenhum bloqueio feito pelo cliente...
Pois posso...mas ao comprar serviços, pago-os diretamente à empresa que faz a prestação, não através de supostos intermediários...em que momento é que a MEO informa os seus clientes que serve de intermediário e que os clientes correm o risco de receber faturas extraordinárias em nome da MEO que afinal de contas são de outras entidades? Quando é que cedi à MEO essa autorização? E que garantia tem a MEO de que cobra uma fatura de um serviço que foi efetivamente prestado (e que no meu caso não foi, uma vez que não fiz qualquer subscrição)?
Reputação 7
Crachá +19
boas


 


cedes-te essa opção na aquicisão do cartão...deverias ver os serviços associados...nomeadamente acesso a serviços de valor acrescentado...


 


esses serviçoes estão todos disponiveis na area de cliente para serem bloqueados...ou não...


 


todos dizem que não fazem subscrisões...mas aceder a net e receber pop-ups de publicidade é o suficiente para activar qq coisa...ja me aconteceu...
Então e desde quando é que a Meo começou a disponibilizar o Wap Premium?
Bom dia, peço desde já desculpa por estar a escrever neste post mas já escrevi nos posts adequados e ninguém me respondeu, precisava de ajuda. alterei o pin original do acesso a canais para adultos para um pin que só eu sabia. O que é certo é que ao voltar aos bloqueios deparei-me que alguem lá em casa conseguiu alterar o pin e está de novo o pin original, o 0803. Eu era a unica pessoa que sabia o novo pin. O que poderão ter feito na box que a fez voltar a assumir o pin original quando eu o tinha alterado? Agradecia uma resposta. Obrigado

Responder