Programa Media XXI e desrespeito pelos clientes

Programa Media XXI e desrespeito pelos clientes

Novo Membro PedJun
Novo Membro

Programa Media XXI e desrespeito pelos clientes

Boa tarde.

Não sei se este será o meio mais correto, mas como não encontrei qualquer outra forma, vai mesmo por aqui.

Pois então, resumo de forma sucinta a história. Sou cliente Meo há quase duas décadas e há cerca de cinco anos (confesso, não consigo precisar) que tenho o programa Media XXI ao abrigo da campanha para jornalistas.


Ontem, segunda-feira, dia 27 de novembro, pelas 21h30, dirigi-me à loja Meo do Dolce Vita Tejo com vista à renovação do contrato e potencial aquisição de um equipamento novo aproveitando igualmente o desconto ainda em vigor relativo à Black Friday. Sim, há que aproveitar estas coisas, certo? Pelo meio, claro, há um período de fidelização de mais 24 meses. 


Adiante. À entrada da loja está um senhor, doravante denominado 'Senhor Meo 1', porque infelizmente não retive o nome dele, que, pelo que percebi, está encarregue de entregar as senhas. Perguntou-me ao que ia e respondi que ia para a secção Profissionais, para o programa Media XXI. Deu-me a senha B 48 às 21h32. No painel de atendimento, a senha B estava no número 47. Poderia ser rápido, mas como é por ordem de chegada, tudo bem. Demorei 40 minutos (!) até ser atendido.

Quando chego - enfim - ao balcão, explico que venho renovar o programa Media XXI e, o operador da loja, diz-me que é impossível, que tenho de voltar no dia seguinte, até às 19h00, porque o atendimento a profissionais para este tipo de questões encerra às 19h00. Bonito, de facto. Uma loja de uma empresa que se gaba do atendimento a profissionais e empresas que fecha o seu balcão para o atendimento aos mesmos às 19h00. 


Mas até nem é isso que mais chateia. Foi o seguinte: não só o Senhor Meo 1 me foi incapaz de dizer por duas vezes (as mesmas que foi interpelado) que esse tipo de assunto era impossível de tratar naquela loja naquele momento, como acabei por não renovar nada. Muito menos comprar o equipamento que desejava pelo preço que estava no momento da promoção. No limite, poderia ter ido a outra loja tentar fazer o plano que desejava. Mas não. Nada. Pior, no momento em que o colega me dizia que não era possível (enquanto eu preenchia o livro de reclamações, o Senhor Meo 1 ainda dizia que era possível)... 


Ora, uma vez que esta já não é a primeira vez que me sinto tremenda e profundamente defraudado com o atendimento da Meo, segui direitinho para a loja de uma marca concorrente que fica logo em frente, vermelhinha e que começa por 'V' e acaba em 'e', na qual esperei 5 minutos pelo atendimento a profissionais e onde fui atendido de forma absolutamente cordial às 22h40, simpática e informativamente por um responsável que sabia o que estava a dizer e que, ao invés do que me aconteceu muitas vezes antes na Meo, quando lhes falava do plano Media XXI me diziam que não estavam a par das condições. 


Naturalmente, mais cliente, menos cliente é relativamente indiferente para uma companhia como a Meo, mas é assim que se perde um cliente leal, que até hoje apenas tinha tido TMN (desde o tempo dos Mimo, vejam lá...) na vida. Como em tudo, às vezes as mudanças são absolutamente necessárias. 

 

Enfim, não gosto de dizer aquelas coisas tontas do 'Meo nunca mais' e assim, mas para já é mesmo adeus e até qualquer dia. 
Já agora, a seguir a mim, vai a minha mulher (afinal de contas, deixa de lhe ser mais barato ligar para um Meo) e, eventualmente, os meus sogros. Pumba, logo quatro de uma assentada. É tudo uma questão de facilidade e de utilidade na ligação para a mesma rede. Nada mais...
É esta a magia do passa-palavra. Um cliente insatisfeito tem destas coisas. 

Posto isto, sucesso para a Meo e para as campanhas com o Ronaldo.

Cumprimentos!