Renegociação de contrato de fidelização

Renegociação de contrato de fidelização

Novo Membro Ruirabeka
Novo Membro

Renegociação de contrato de fidelização

 

Este mês termina mais um prazo de fidelização de 24 meses, e foi-me proposto em chamada para o 16200-4-5, no dia 16 de maio, o plano M4Oplus, migrando para a fibra, incluindo nas condições contratuais que estão registadas na respetiva chamada, a oferta de uma mensalidade. Acordei discutir a proposta em casa e ligaria a confirmar a contratualização de um novo prazo de 24 meses. Em momento algum me foi dito que teria que responder no prazo que fosse. Aliás, foi-me garantido na chamada, que as condições propostas ficariam gravadas!

No dia 21 de maio, 5 dias depois, efetuei nova ligação para o 16200, e iniciei o processo de conclusão do contrato junto de outro colaborador, que após confirmar as condições acordadas 5 dias antes, disse que já não poderia incluir o desconto de uma mensalidade, que deveria ter aceite a proposta na outra chamada, que é isso que aconselha aos seus clientes. Após demonstrar o meu desagrado, começou por argumentar que pelo facto de em março, me ter sido oferecido uma mensalidade (que nada tem a ver com esta renegociação de contrato, mas sim como compensação de problemas do anterior contrato) já não poderia incluir este desconto agora. Como contestei a sua justificação pelos motivos óbvios atrás descritos, disse que afinal, a proposta do seu colega, seria uma condição promocional, mas que já tinha terminado o prazo para aderir.

É normal esta prática negocial? É legal? É assim que a MEO pretende fidelizar os seus clientes mais antigos?

Se alguém me puder aconselhar agradeço, o meu prazo de fidelização acaba este mês, e preciso decidir se procuro nova operadora.

 

1 RESPOSTA
Novo Membro Olegnimirschi
Novo Membro

Re: Renegociação de contrato de fidelização


@Ruirabeka  escreveu:

 

Este mês termina mais um prazo de fidelização de 24 meses, e foi-me proposto em chamada para o 16200-4-5, no dia 16 de maio, o plano M4Oplus, migrando para a fibra, incluindo nas condições contratuais que estão registadas na respetiva chamada, a oferta de uma mensalidade. Acordei discutir a proposta em casa e ligaria a confirmar a contratualização de um novo prazo de 24 meses. Em momento algum me foi dito que teria que responder no prazo que fosse. Aliás, foi-me garantido na chamada, que as condições propostas ficariam gravadas!

No dia 21 de maio, 5 dias depois, efetuei nova ligação para o 16200, e iniciei o processo de conclusão do contrato junto de outro colaborador, que após confirmar as condições acordadas 5 dias antes, disse que já não poderia incluir o desconto de uma mensalidade, que deveria ter aceite a proposta na outra chamada, que é isso que aconselha aos seus clientes. Após demonstrar o meu desagrado, começou por argumentar que pelo facto de em março, me ter sido oferecido uma mensalidade (que nada tem a ver com esta renegociação de contrato, mas sim como compensação de problemas do anterior contrato) já não poderia incluir este desconto agora. Como contestei a sua justificação pelos motivos óbvios atrás descritos, disse que afinal, a proposta do seu colega, seria uma condição promocional, mas que já tinha terminado o prazo para aderir.

É normal esta prática negocial? É legal? É assim que a MEO pretende fidelizar os seus clientes mais antigos?

Se alguém me puder aconselhar agradeço, o meu prazo de fidelização acaba este mês, e preciso decidir se procuro nova operadora.